segunda-feira, 19 de julho de 2010

JLA Vol.3 Deluxe Edition


Eis aqui o que eu chamo um desapontamento “deluxe”.
Se nos dois primeiros volumes a DC mostrou como se faz excelentes edições, aqui deu uma lição de como não se faz uma compilação.
Eu iniciei esta série porque não tinha praticamente nada da JLA, e com a premissa de que os números das revistas sairiam todos de seguida com início na fase Grant Morrison. Também não me importava nada que inserissem alguns arcos que saíram noutras revistas e que trouxessem mais-valia ao livro. Mas a DC optou por deixar cair alguns números apenas porque não eram da autoria da dupla principal, assim como meteu uma estória do evento 1,000,000 da qual eu não percebi nada (JLA – 1,000,000) porque desconheço tudo desta série de estórias. Assim, os dois primeiros números compilam do nº 1 até ao nº 17 e este começa no nº 22 acabando no nº 31 deixando cair o nº 27 e em sua vez colocando a tal parte do DC One Million que está completamente fora de contexto, o único ponto comum com o resto do livro é ter sido escrita por Grant Morrison. Fiquei sem saber o que aconteceu também do nº 18 ao nº 21… Perante isto fico sem saber se estas edições “Deluxe” são apenas respeitantes à fase Grant Morrison, sendo que nesse caso acabariam no próximo volume nº4! Se não é assim sinceramente não percebo a razão de não editar os números que não foram escritos pelo Grant Morrison…
Falando agora das estórias, Grant Morrison vai recuperar um antigo inimigo da JLA, Starro the Conqueror, para o primeiro arco: Star the Conqueror. O quartel-general da Liga da Justiça é invadido por uma poderosa personagem que é nem mais nem menos que Daniel, o novo Sandman! É o início de uma aliança para acabar com a invasão desses extraterrestres em forma de estrela. A batalha joga-se em várias frentes, desde o mundo dos sonhos ao ataque directo. Bom, Batman, como é seu hábito trabalha na sombra…
Não vou falar do episódio “1,000,000” por não ter percebido nada daquilo, e por achar que nem devia estar presente neste livro…
O 2º arco é o “The Ultramarines”, em que um completamente louco General Eilings constrói um grupo super-poderoso para acabar com a Liga da Justiça, acabando ele próprio por conseguir passar a sua mente para o corpo de um monstro indestrutível: Shaggy!
A última parte foi a que eu menos gostei porque cheirou a “crises” da DC, e eu estou um bocadinho farto delas… O arco chama-se “Crisis Time Five” e provoca a aliança da JLA com a Justice Society of America para conter uma ameaça inter-dimensional.
A minha opinião sobre a estrutura desta JLA… acho-a com membros a mais o que provoca uma certa dispersão do leitor.
A nota final vai castigar um pouco a compilação e não as estórias em si, embora tivesse gostado mais das anteriores. Vamos ver como corre o 4º volume…

Hardcover
Criado por: Grant Morrison, Howard Porter e John Dell
Editado em 2010 pela DC Comics
Nota : 7 em 10
___________________________________________________________

Here's what I call a "deluxe" disappointment.
If the first two volumes, DC showed how to make excellent editions, now, in this book gave a lesson how to make a bad compilation.
I started this series because it had virtually nothing of the Justice League of America (JLA), and with the assumption that the books would come out with all the comics, starting on Grant Morrison run. Also I didn´t mind that DC insert some little stories from other comics and bring added value to the book. But DC has chosen to drop some numbers just because they were not produced by Grant Morrison and Howard Porter and instead they put a part of the event “1,000,000” of which I didn´t know anything about it (JLA - 1,000,000)! Thus, the first two books compile the nº 1 to the nº 17, and this one starts at nº 22 finishing at nº 31, dropping the nº 27 and in turn putting that part of DC One Million that is completely out of context, the only thing in common with the rest of the book is being written by Grant Morrison. I didn´t know what happened also to comics nº 18 to nº 21 ... When I look at this I wonder if these issues "Deluxe" are just relating to Grant Morrison run, and in that case would end in the next volume 4! If it isn´t like that, honestly I do not understand why they don´t edit the numbers that were not written by Grant Morrison...
Now, talking about the story, Grant Morrison will restore an old enemy of the JLA, Starro the Conqueror, for the first run: the Star Conqueror. The headquarters of the Justice League is invaded by a powerful character that is neither more nor less than Daniel, the new Sandman! It is the beginning of an alliance to stop the invasion of these aliens in star shape. The battle is played on several fronts, from the dream world to direct attack. Ok… Batman works in the shadows as usual…
I will not mention the episode "1,000,000" because I don´t fully understand it, and by other way I think that part shouldn´t be present in this book ...
The 2nd arc is "The Ultramarines," where a completely crazy General Eilings constructs a group super-powerful being to destroy the Justice League, finishing himself for getting through his mind to the body of a indestructible monster: Shaggy!
The last part was the story that I liked less in this book, just because it smelled to me a like a "crisis" of DC, and I'm a little tired of them ... The story is called "Time Crisis Five" and an alliance between the JLA and Justice Society of America try to contain a threat from another dimension.
My opinion of this JLA structure... I think it is a strong number in members all over different scenarios which may cause a certain dispersion of the reader focus.
Final grade will punish the book and is structure, not the stories per se, although I have enjoyed more the first two books. Let's see how it goes on the 4th volume...

Hardcover
Created by: Grant Morrison, Howard Porter and John Dell
Published in 2010 by DC Comics
Note: 7 in 10
Deixa o teu comentário

Enviar um comentário