quinta-feira, 29 de abril de 2010

Lançamento ASA: Bórgia Vol.3 - As Chamas da Pira


Cá está mais uma novidade da ASA neste primeiro semestre de 2010, tem sido um ano louco de lançamentos como há muito não se via!
Este ano os fanáticos não se podem queixar, pelo menos os que gostam de Banda Desenhada europeia...
Assim com este terceiro Bórgia Portugal já está em pé de igualdade na série com França, e segundo consta a ASA quer tentar que o quarto volume da série saia em simultâneo neste dois países. Seria óptimo!
Segue o press-release da ASA:

BÓRGIA 3 – AS CHAMAS DA PIRA


Violência, luxúria, manipulação e conspiração caracterizam o Vaticano nesta época histórica, magistralmente passada à escrita por Jodorowsky e sedutoramente ilustrada pelo traço de Manara.

Este álbum permite-nos mergulhar nos segredos de uma Roma medíocre, mas historicamente bastante realista.
A família Bórgia subsidiou a má-língua do século XV, em Itália e no restante mundo cristão, fazendo ascender ao papado dois membros desta ilustre família de reputação diabólica.
O caos reina na cidade de Roma, onde o papa Alexandre VI soube impor o seu poder. Mas, repentinamente, é ameaçado por dois perigos: a peste e o rei de França, Carlos VIII, que se prepara para invadir Itália.
O clã Bórgia foi acusado de envenenamento, fratricídio e de incesto, tornando-se o símbolo da decadência da Igreja, no final da Idade Média.

A comercialização está agendada para 6 de Maio, e a série ficará concluída com o futuro quarto volume.
Boas leituras
Deixa o teu comentário

segunda-feira, 26 de abril de 2010

Samurai Heavan and Earth Volume 2


Esta é uma estória bonita contada em formato Banda Desenhada. É uma estória de amor levado ao extremo entre um temível, embora jovem Samurai, e a prima do seu senhor feudal.
O primeiro volume foi editado em português pela BD Mania, e foi objecto do meu terceiro post neste blog. Infelizmente nunca mais surgiu a publicação deste segundo volume em português, e então resolvi comprar a versão no original pela editora norte-americana Dark Horse. A edição portuguesa de Samurai : Céu e Terra remonta a 2007, sendo um dos primeiros livros (senão o primeiro) editados pela BD Mania. Foi uma excelente edição!
O argumento é de Ron Marz já conhecido pelos seus trabalhos em Green Lantern, Witchblade e Silver Surfer. O seu trabalho neste díptico é muito bom, pecando apenas por ser tão curto! Não sei se foi obrigação editorial por parte da Dark horse, mas esta estória poderia ser muito mais desenvolvida sobretudo nas viagem de Shiro ao longo de toda a rota da seda, na sua busca insana pelo amor da sua vida: Yoshiko!
A arte de Luke Ross é muito boa! Este autor que trabalhou com Ed Brubaker em Captain America, esmerou-se nesta saga. É um prazer enorme “olhar” para as páginas desenhadas por este artista.
No primeiro livro, cujo post foi muito curto (eu estava a iniciar o blog… sorry!), Yoshiko é raptada por um senhor da guerra chinês e devido ao seu “mau feitio” é vendida a um mercador de escravos abastecedor de cortes e haréns com mulheres de “primeira qualidade”, o seu nome: Ibn Badr Al Din! Este tem um papel primordial neste segundo livro. Shiro segue as pistas do rapto de Yoshiko desde a China até à coorte de Luís XIV, atravessando toda a Ásia!
Chegando a França é enredado numa teia política entre Espanha e França. As suas qualidades como temível e fulgurante espadachim chegam aos ouvidos do embaixador Espanhol, Don Miguel, e contrata o oriental como guarda-costas. Entretanto Luís XIV tinha comprado Yoshiko como sua amante ao mercador árabe, e Don Miguel ao cruzar-se com a bela oriental fica perdidamente apaixonado… após algumas intrigas Shiro acaba por cruzar espadas com os três mosqueteiros e o seu amigo… os nomes nunca são ditos, mas é claro que é um pormenor delicioso, pois estes não são mais que os heróis de Alexandre Dumas!.
O segundo volume leva-nos a Espanha, visto que o embaixador espanhol rapta Yoshiko, e aqui Shiro está acompanhado por um voluntário “à força”! O mercador de escravas Ibn Badr Al Din foi obrigado a servir Shiro como guia na sua busca por Yoshiko. Don Miguel abandona tudo por Yoshiko, levando-a a embarcar num barco com destino ao Novo Mundo.
Acabo por aqui dizendo apenas que esta aventura iniciada no extremo oriente acaba no norte de África, ou… será que não acaba?
Recomendo.
Boas leituras!

Softcover (TPB)
Criado por Ron Marz e Luke Ross
Editado em 2006 pela Dark Horse
Nota : 9 em 10
Deixa o teu comentário

domingo, 25 de abril de 2010

Final Crisis


Muito confuso… mesmo!
É um livro para “profissionais” de crises da DC… acho que Grant Morrison se passou de vez neste “Final Crisis”! Fiz um esforço enorme para seguir todas as crises desde Crisis on Infinite Earths até este Final Crisis, com todos os volumes preparatórios e algumas pós-crises, e este último (que eu espero que seja o último “Crisis” da DC) achei que foi o mais intrincado e difícil de ler! Penso que não deveria ser assim, visto que li todos os livros anteriores a este culminar de mega-evento, e mesmo assim foi difícil. Teve alguns arcos de estória bastante bons pelo meio, mas houve uma altura que eu já andava a folhear o livro para a frente para ver se compreendia o que se passava para trás… isso é mau sinal!
A arte apresentada foi muito irregular ao longo de todo o livro e nunca nada de excepcional, safam-se as capas que são bastante boas , na minha opinião, claro.
A estória até começa bastante bem, com Metron a oferecer uma primeira grande arma a um homem pré-histórico, o fogo, dizendo-lhe: "Here is knowledge.". Seguidamente, e já no nosso tempo, o detective Turpin dá de caras com o assassinato de um Deus, Orion, e um pouco mais à frente é assassinado um dos pilares do universo DC, o Martian Manhunter, pelas mãos do novo líder vilão: Libra! Um começo fulgurante e cheio de energia, que passado pouco tempo se começa a complicar com vários plots um pouco confusos, só os verdadeiros fanáticos DC se poderão sentir à vontade no resto do livro. Temos batalhas contra a Anti-Life Equation, espalhadas pelos homens de Libra, ao serviço de Darkseid, equação essa que põe qualquer humano ao serviço do Deus de Apokolips, salvo raras excepções… Vários Superman de diferentes Universos são reunidos por um Monitor Vampiro feminino, Zillo Valla, para combater Mandrakk. Um pouco por todo o lado os heróis da Terra que não foram convertidos pela Equação Anti-vida lutam pela suas vidas, e pelas dos poucos humanos que ainda não foram convertidos… Heróis sucumbem, vilões tornam-se heróis!
Bem, irei colocar aqui uma lista mais ou menos válida para todas as “crises” da DC. Os livros que tiverem post neste blog terão direito a link, penso que apenas Identity Crisis não teve post, por razões de atraso na compra do livro, pois é um dos melhores livros que já li editados pela DC. Então aqui vai:
- Crisis on Infinite Earths
- Zero Hour: Crisis in Time
- Identity Crisis
- Countdown to Infinite Crisis: Day of Vengeance
- Countdown to Infinite Crisis: OMAC Project
- Countdown to Infinite Crisis: Superman: Sacrifice
- Countdown to Infinite Crisis: Rann - Thannagar War
- Countdown to Infinite Crisis: Villains United
- Countdown to Infinite Crisis: JLA: Crisis of Conscience
- Infinite Crisis
- 52
- Countdown to Final Crisis
- Final Crisis
De notar que hoje li de rajada, após a releitura de Final Crisis, os três principais “tie-ins” a este crossover, e garanto que são muito melhores que a estória que lhes deu a hipótese de existirem, aliás eu acho-os mesmo bons livros! São eles:
- Final Crisis: Revelations
- Final Crisis: Rogues Revenge
- Final Crisis: Legion of 3 Worlds
Irei fazer uma apreciação destes futuramente, porque o merecem!
Já agora, um dos heróis principais desta “crise” é o Batman, e para quem não sabe o que lhe aconteceu (se morreu ou não), só tem de ler o final deste livro.
Não aconselho este livro a quem não esteja por dentro deste tipo de eventos do DC Universe.
Boas leituras!

Hardcover
Criado por: Grant Morrison, J. G. Jones, Carlos Pacheco, Doug Mahnke, etc...
Editado em Junho de 2009 pela DC Comics
Nota : 6,5 em 10
Deixa o teu comentário

quarta-feira, 21 de abril de 2010

Exposição Comemorativa do Centenário de Fernando Bento


A Câmara Municipal de Moura, o "GBS - Grupo Bedéfilo Sobredense" e o "GICAV - Grupo de Intervenção e Criatividade Artística de Viseu", reuniram esforços e organizaram uma exposição comemorativa do Centenário de Fernando Bento, um dos maiores autores BD nacionais de sempre.
A exposição percorrera as cidades de Moura e Viseu e a Vila de Sobreda. Moura será a primeira a receber a exposição que estará, simultaneamente, integrada na XXX Feira do Livro da cidade. A inaugurarão ocorrerá no próximo dia 24 de Abril, Sábado, pelas 18:OO horas, no Cine-Teatro Caridade.
Na mesma ocasião será lançado um número especial dos Cadernos Moura BD (edição da Câmara Municipal de Moura) com a versão de Fernando Bento, em Banda Desenhada, do clássico "Moby Dick" de Herman Melville.
Podem sempre fazer um passeio até ao Alentejo com um brinde chamado Fernando Bento!
Neste caso desejo um bom passeio e uma excelente exposição, que terá como centro um grande autor nacional de BD.

Boas leituras!
:)
Deixa o teu comentário

domingo, 18 de abril de 2010

Silent Möbius サイレントメビウス : Vol.1, Vol.2 e Vol.3 (Complete Edition)


Kia Asamiya (麻宮 騎亜), apelidado por alguns críticos como o Picasso japonês, é o pseudónimo de Michitaka Kikuchi (菊地 通隆). Asamiya sempre mostrou interesse na Banda Desenhada norte-americana, trabalhando em personagens como Batman, X-Men, ou então em séries como Star Wars. Para o público português é o autor de Dark Angel de que a Devir editou os dois primeiros volumes de um total de cinco.
Em relação à série Dark Angel, que para a completar tive de comprar os últimos três volumes em inglês, não gostei muito. Penso que está muito inacabada... este é mesmo o termo, pois existem séries de final aberto para o leitor, mas esta acho-a inacabada não só no final, como em diversos arcos existentes durante a obra. Para já Silent Möbius está a ser bastante superior! Mais estruturada e com uma cadência muito boa, sendo que estes três volumes ainda não são muitos para apreciar a série. Também tem uma grande vantagem em relação a Dark Angel, está editada no formato japonês, enquanto que Dark Angel foi editado com sentido de leitura ocidental fazendo com que existam páginas estranhas... passo a explicar: são todos canhotos! para "ocidentalizar" a leitura (da esquerda para a direita) fizeram "espelho" da edição japonêsa (direita para a esquerda). Não tenho a certeza, mas a primeira edição de Silent Möbius em inglês, da Viz Media, está nestes moldes. A Udon Entertainment resolveu pegar na série e fazer esta "Complete Edition", que para além dos 12 volumes editados pela Viz, programou a edição de uma prequela (volume 0) e mais dois inéditos. Esta edição ainda contem bastante material a cores, e galeria com os respectivos "pin-ups" das personagens principais.
Silent Möbius cheira a "Blade Runner" por todos os poros! É o cenário típico de ficção-científica "negra" em que a raça humana está a pagar por erros na utilização de avanços tecnológicos.
Esta série conta a estória da Attacked Mystification Police Force, chefiada por Rally Cheyenne, e de como as seis protagonistas se opõem à invasão dos Lucifer Hawks oriundos do planeta Nemesis.
Nestes três primeiros volumes é feita uma introdução do perfil de cada uma das protagonistas, e ao mesmo tempo fazendo a localização e reconstituição dos fenómenos e eventos que levaram a esta invasão alienígena em larga escala. Esta apresentação dá direito a capítulos individuais para cada personagem. O grupo é muito heterogéneo, desde elementos que actuam com base na premonição até outros cuja mais valia é a super tecnologia, ou a magia. Apenas uma coisa em comum entre todos os protagonistas: são do sexo feminino! Os homens são actores secundários neste manga...
Infelizmente ficou para o 4º volume a estória da líder, Rally Cheyenne, o elemento mais enigmático deste grupo!
A arte é excelente, vindo de Kia Asamiya não podia deixar de ser assim, quanto à estória e até ao momento, está bastante boa. Gostei deste manga!
Desculpem-me ter dado pouca atenção a este blog nos últimos tempos, mas o tempo de descanso anda a escassear... e o mesmo pedido para as parcas visitas aos outros blogs que sigo normalmente... espero que isto melhore nos próximos tempos!
Boas leituras!

Tankōbon (単行本)
Criado por: Kia Asamiya 麻宮 騎亜
Editados entre 2009 e 2010 por Udon Entertainment
Nota : 8,5 em 10
Deixa o teu comentário

domingo, 11 de abril de 2010

Umbrella Academy Vol.2: Dallas (Limited Edition)


Depois do primeiro volume, Umbrella Academy: Apocalypse Suite (onde salvaram a Terra da destruição), Gerard Way e Gabriel Bá ganharam mais uma aposta com este Dallas. Gerard Way melhora bastante no “storytelling” e Bá mantêm um registo igual ao do primeiro livro. Assim ficamos a ganhar! Esta estória define bastante melhor o perfil dos das personagens principais, e apresenta dois vilões espantosos e completamente psicóticos!
A família está completamente quebrada, com o seu líder, Luther (“Space”), gordo e preguiçoso passando os dias à frente da televisão. Allison (“Rumor”) perdeu a sua arma, a voz, e tenta fazer com que Vanya (“White Violin”) que provocou toda a destruição no primeiro volume, se lembre do seu passado. Diego (“Kraken”) está em grande usando os seus poderes para funcionar como super-herói, enquanto que Klaus (“Séance”) passa uma vida “boa” como celebridade, até ser capturado por “Hazel” e “Cha-Cha” (os dois vilões psicóticos de que falei atrás…).
Mas a personagem central desta aventura é mesmo o enigmático “Number 5”. Desaparecido com a idade de 10 anos, sabe-se agora que é capaz de viajar temporalmente em vários futuros, trabalhando para uma organização assassina que tem por objectivo controlar as linhas temporais, recorrendo para isso ao assassinato de quem posso mudar o seu próprio tempo. Este “Number 5” é sem dúvida o centro desta aventura, Dallas, e tem como fulcro o assassinato de John F. Kennedy.
É uma pena que algumas personagens não tenham tempo de se dar a conhecer em toda a sua plenitude, sendo eliminadas antes de tempo! De qualquer maneira acho esta aventura bastante melhor que a primeira. Alguns “gags” são muito bons, acompanhados graficamente por um Gabriel Bá em grande forma, para quem gosta deste tipo de artista. Estes partes “cómicas” da estória servem como contraponto ao sadismo louco de outras, equilibrando assim o livro e não deixando ficar “pesado”. Esta estória está cheia de voltas e reviravoltas, viagens ao passado e realidades alternativas… tudo rodando no excelente mundo de personagens criadas por Gerard Way, este é um ponto muito forte de “Umbrella Academy”!
O livro acaba de maneira a que possamos ter mais “Umbrella Academy”, ficaram algumas pontas soltas, tal como o relacionamento entre o “Space” e “Rumor”, e de como seguirá o mundo depois do vingativo assassinato final de “Number 5”. Já agora, e como nota final sobre este último assassinato, o "Number 5" ingere literalmente a sua vítima!!!!
Aconselho este livro, mas só depois de lerem o primeiro: Umbrella Academy: Apocalypse Suite.
Aproveitem o VI Festival Internacional de Banda Desenhada de Beja, onde Gabriel Bá estará presente!
Boas leituras!

Slipcased Hardcover
Criado por: Gerard Way e Gabriel Bá
Editado em Setembro de 2009 pela Dark Horse
Nota : 9 em 10
Deixa o teu comentário

segunda-feira, 5 de abril de 2010

Lançamento ASA: Warcraft – Legends Vol.4


A ASA não desiste da sua linha Manga, e eis o volume nº4 da série Warcraft Legends. Esta série de livros são baseados no famoso jogo com o mesmo nome, e não esquecer que antes destes quatro volumes de Warcraft Legends a ASA já tinha editado "Warcraft: A Trilogia do Poço do Sol".
Fica um pequeno apontamento da ASA:

WARCRAFT LEGENDS 4

DESTINO
Da aclamada dupla Richard Knaak e Jae-Hwan Kim (Warcraft: Trilogia do Poço do Sol) chega o capítulo final da saga de Trag Highmountain, o heróico taurino renascido como morto-vivo. A longa e penosa viagem chega ao fim quando ele enfrenta o Rei Lich... e luta pela sua alma.

BLOODSAIL, O PIRATA
Três adolescentes aventuram-se até à costa de Westfall, à procura do melhor pesqueiro... mas em vez disso são raptados e obrigados a juntarem-se à tripulação dos piratas mais sanguinários que navegam nos mares do Sul.

O SANGUE CORRE MAIS ESPESSO
Silas Darkmoon e a sua Feira Darkmoon vêem-se inesperadamente envolvidos num misterioso homicídio, tendo de lutar para provar a inocência de um dos seus.

GUERREIRO FEITO – PARTE I
Da aclamada escritora Christie Golden, esta é a história do crescimento de Draka, mãe de Thrall. Frágil e doente de nascença, Draka tem de superar o facto de ser hostilizada pelos seus e as suas próprias limitações físicas para conseguir o seu lugar no clã...

E para os mais distraídos, já sabe há uns tempos, a próxima série Manga é Dragon Ball!
Deixa o teu comentário