sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Ilustração: Nancy Callahan (Frank Miller)


Sin City contém imagens de um maravilhoso Preto & Branco, por vezes polvilhados com algumas cores contrastantes, como o vermelho, amarelo e azul.
Esta imagem é representativa do estilo que Frank Miller adoptou para esta série de culto. Nancy, uma das personagens mais misteriosas da série...

Em baixo um exemplo dos "toques" de cor que Frank Miller usa para dar mais impacto ao P&B.



Boas leituras
Deixa o teu comentário

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Duplas Famosas: Hawkman e Hawkgirl



Esta é uma dupla muito disfuncional dos comics.
Amor eterno!?
Atravessando reencarnações!?
Alguma vez tinha de dar para o torto…
As vidas de Hawkman e Hawkgirl começaram milénios atrás, no Antigo Egipto. Eles eram o príncipe Khufu e Chay-ara. Os seus poderes eram gerados por um metal que possibilitava a regulação da gravidade, ou seja podiam voar com esse metal chamado Nth.

Claro que esse metal não era oriundo da Terra, veio de uma nave do planeta Thanagar que se despenhou no nosso planeta.

Mas na vida acontecem tragédias e os dois amantes foram assassinados por Hath-Set, com uma espada feita de Nth…
As propriedades místicas do metal condenaram Khufu a Chay-ara à reencarnação eterna, mantendo as memórias passadas e o amor eterno. Mas também ficaram condenados a ser mortos por Hath-set por toda a eternidade!

Após inúmeras reencarnações os dois amantes, agora Carter Hall e Shiera Saunders, juntam-se mais uma vez e tornam-se Hawkman e Hawkgirl! Com as suas asas de Nth podem voar livremente e Carter Hall pode dar largas ao seu mau feitio.

Tornam-se heróis e inclusivamente Carter Hall foi um dos fundadores da JSA!
No meio disto tudo tiveram um filho (Dr. Fate), participaram na guerra Rann/Thanagar, conheceram outos mundos...

Após mais umas reencarnações a coisa correu mal para o último par de Gaviões… a reencarnação de Shiera não funcionou bem e aquando do suicídio de Kendra Saunders, Shiera reencarnou…
apenas com o pequeno problema de que Kendra ressuscita, mas sem acesso às memórias das suas vidas passadas. Isto provoca um enorme stress no Gavião… após milénios acaba por perder o seu amor eterno!
Isto durou ainda algum tempo, mas no final de Blackest Night finalmente Kendra (Shiera) acaba por conseguir aceder às memórias passadas! E ainda bem para o Hawkman … mas… durou pouco tempo! A morte é a companheira destes dois!

O arco que lhes pertence em Brightest Day foi dos que mais me agradaram! É um casal cheio de possibilidades para boas histórias!










Boas leituras
Deixa o teu comentário

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Velocidade e BD / Speed and Comics


Hoje mostro alguns dos maiores protagonistas da velocidade nos comics. Também conhecidos por "speedsters", povoam essencialmente o Universo DC Comics. Perguntam: porque é que a Marvel nunca teve personagens destas com esta importância? Bem, penso
que a DC foi a primeira a ter um "speedster", Jay Garrick, e posteriormente desenvolveu uma série deles com extremo sucesso. A Marvel teria sempre o problema da comparação com os congéneres da DC... e ficaria a perder! A DC abriu este filão, desenvolveu-o, e fechou-o!


Today I want to show some of the best characters that use speed in comics. Also known by speedsters, almost all of them lie in DCU. You ask why Marvel never owned characters with the magnitude of the DCU speedsters? Well, I think that DC was the first that developed a speedster, Jay Garrick, and after that created a lot of them with a big sucess. Marvel would always the problem of comparison with DC in this matter... and in that balance probably will loose! DC Comics open the world of comics to speedsters, developed this characters and then close the door to new ones!







Anybody who wants to correct my english is welcome.
;)























Jay Garrick e Barry Allen (DC Comics)


























Wally West e Bart Allen (DC Comics)


























Johnny Quick e Jesse Quick (DC Comics)


























Black Flash e Zoom (DC Comics)












Northstar, Aurora e The Runner (Marvel)


























Savitar (DC Comics) e Spitfire (Marvel)


























Quicksilver (Marvel) e Velocity (Top Cow)


Boas leituras

Good readings
Deixa o teu comentário

terça-feira, 28 de agosto de 2012

Razorjack


O inglês de Liverpool John Higgins, é um profícuo artista bem conhecido no mercado anglo-saxónico. Quem for mais atento reparou que este homem foi o colorista de obras como Watchman e Killing Joke de Alan Moore. Mas não se fica por aqui... a lista é enorme! Como desenhador, ou colorista e mesmo argumentista trabalhou durante 26 anos em Judge Dredd, passou pela Marvel em títulos "What If...", Scarlet Witch, na DC em Batman e Hellblazer, e depois tem a sua arte espalhada por Dr Who, Batllestar Galactica, Grailquest, Joe Black, etc, etc, etc...
Razorjack foi uma aposta sua em 2001, compilada em TPB em 2009. Foi uma edição de autor criando para isso o selo Jack Publishing (o TPB foi publicado pela Com.X).
Nesta obra saudada por grandes autores da BD como Warren Ellis, Garth Ennis e Mike Carey; Higgins dá rédea solta à sua imaginação, e Razorjack acaba por ser uma obra bem conseguida. Sim, porque quando Warren Ellis diz que Razorjack é uma obra inovadora... acho que está tudo dito!

A história é contada de maneira a agarrar o leitor logo de início. Por vezes complica um pouco, visto que existem duas histórias paralelas, que se vão tocando aqui e ali. Não se pode dizer que seja uma história de terror, embora alguns estigmas de Lovecraft estejam presentes! Como o próprio autor diz:

“…I had a story I wanted to tell, a story that no one else could tell, it was a John Higgins story. It’s not profound, it won’t make you look at the world around you in a different way and it will never win the Nobel Prize for literature. It would be nice to be nominated. But anyway, it is just a horror story populated by weird creatures, with colorful art and nice designs. It kept me entertained writing, drawing and colouring it on and off for around ten years. I hope you get at least a couple of hours enjoyment from it and if you do, tell your friends and even tell me.”

Mr. Higgins disse tudo, e eu confirmo: é entretenimento!
A parte mais forte do livro é a arte. Tem um cheiro a anos 80, mas ao mesmo tempo inovadora. Outra particularidade é a falta de censura nalgumas cenas (aplauso).

Numa dimensão alternativa (Twist Loop) Razorjack é uma raínha maléfica que domina pela violência usando criaturas sanguinárias para os seus propósitos. Ela procura um Nexus de maneira a poder invadir a nossa dimensão... três jovens entram numa brincadeira que lhes vai custar caro, ao fazerem uma espécie de sessão "espírita". Abrem caminho ao domínio de um deles pela Razorjack... Depois temos várias envolvências dentro de uma sociedade decadente, polícias corruptos e umas pitadas de feitiçaria e possessão espírita!
Que é que se pode querer mais?
:D

Gostei, não é uma obra prima mas é uma obra honesta com bastante qualidade e originalidade, tanto visualmente como narrativamente.

Boas leituras

TPB
Criado por: John Higgins
Editado em 2009 por Com.X
Nota: 8,5 em 10
Deixa o teu comentário

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Duplas Famosas: Valerian e Laureline


É uma grande dupla da BD.
Protagonizaram momentos de excelência nesta arte durante os 21 livros desta série de culto europeia. Desta série saíram muitas ideias para filmes como o 5º Elemento, Avatar, e Guerra das Estrelas. A originalidade desta série, tanto na sua concepção gráfica, como no argumento valeu-lhe estas cópias todas, algumas delas descaradas.

Laureline e Valerian são colegas de profissão: agentes espacio-temporais!
Mas nem sempre foi assim... conheceram-se num livro "fora de colecção", Les Mauvais Rêves (infelizmente nunca editado em álbum em Portugal), e a originalidade começa aqui! Laureline é oriunda da Idade Média (Sec.XI) e conhece Valerian agente espacio-temporal do sec. XXVIII. Acaba por acompanhar Valerian ao futuro, sendo treinada como agente, e passa a ser a parceira de Valerian.

No início o herói é Valerian. Ele investiga, ele resolve, ele salva o dia. Laureline não passa de uma mera personagem secundária. Mas o perfil de Valerian, muito certinho e obediente às ordens recebidas vai fazer com que a sua parceira equilibre os pratos da balança em proeminência conforme os livros vão sendo publicados! Ela é inteligente, corajosa, rebelde e com um coração enorme. Mas nem por isso deixa de usar a sua beleza quando pretende algo de alguém... Digamos que a série acaba com um Valerian quase em papel secundário, Laureline passou a ser a figura principal da série até ao seu final.
Na minha opinião, o ponto de viragem nos protagonismos dá-se no livro "O Embaixador das Sombras" que é quase uma aventura a solo de Laureline, visto que Valerian tinha sido raptado... O sucesso foi enorme e a partir daqui os leitores quiseram mais Laureline!

Esta série tem dois autores Pierre Christin (argumento) e Jean-Claude Mézières (desenho). O sucesso da série deve-se aos dois, mas eu tenho um carinho especial por Mézières, porque os seus desenhos e concepções de ambientes/seres alienígenas, ocuparam o meu imaginário enquanto adolescente quase a 100%. Era fantástico naquela altura! Ninguém criava do nada aqueles seres, aquelas sociedades... só Mézières!

A primeira aventura foi mesmo Les Mauvais Rêves, publicada na revista Pilote em 1967 (já disse que era a única que ainda não tinha sido publicada em livro por aqui?) e a última foi em 2010, O Abretempo.

A imagem que está mais ao fundo é uma comparação entre as criações gráficas de Jean-Claude Mézières que George Lucas "usou" em vários episódios da Guerra das Estrelas... O génio é aquele que consegue criar algo do nada, não aquele que "veste" as criações de outro e as apresenta a um público maior!
















































Boas leituras
Deixa o teu comentário

domingo, 26 de agosto de 2012

O Leituras de BD no Facebook

Nunca tinha falado nisto aqui, desde que decidi fazer a página do Leituras de BD no Facebook.
Esta página funciona como uma extensão deste blogue no Facebook, mas tem bastantes mais coisas que o blogue! Ou seja, muitas ilustrações, notícias e apresentações que nunca aqui seriam postadas, embora interessantes, descobriram o seu lugar nesta página. Para a visitarem basta clicar no link:

Leituras de BD no Facebook

Encontrarão lá muito material interessante relacionado com Banda Desenhada.
Tenho a colaboração directa do Hugo Silva, assim como da Aida Teixeira, nesta página para a "movimentação" ser maior!
Esta página nasceu em Junho, e espero que continue a crescer a um bom ritmo. Estou contente com a aderência mas quero imprimir mais movimento, porque apesar de ter sido criada como uma extensão do Leituras de BD, ela já ganhou vida própria!

Obrigado a todos pela adesão, é isso que me faz mover!
:)

Boas leituras
Deixa o teu comentário

sábado, 25 de agosto de 2012

Prateleiras: Marvel vs DC


Esta é a minha prateleira mais "verde"! Os meus HC todos relacionados com o mundo dos Lanternas Verdes (excepto o Absolute Rebirth...).

Em baixo duas prateleiras da Marvel e ainda mais abaixo mais uma prateleira HC da DC Comics!

Qual a prateleira que gostam mais!?
:D

On top you can see my "green" shelf! All my HCs related with Green Lantern universe are there (except the Absolute Rebirth...).

Bellow you can see two shelves with some of my Marvel HC and OHC, and further bellow another shelf with some HCs from DC Comics!

Which shelf you like more?
:D

 




Boas leituras

Good readings
Deixa o teu comentário

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Capas WTF: Superman's Girlfriend, Lois Lane #112


O que dizer desta capa???
O título de Lois Lane também é profícuo em capas WTF, juntando-se ao Jimmy Olsen e ao grande campeão Batman...
Esta capa em que o Superman é mostrado a transformar-se em árvore já pertence à Bronze Age dos Comics, por isso não é assim tão desculpável como as ingénuas capa dos anos iniciais...

Capa de 1971, de Dick Giordano. Giordano... you are a "dick"!
:D

What I can say about this cover???
The Lois Lane Comicsare also prolific in WTF covers, joining to Jimmy Olsen and the great champion Batman ...

This cover that Superman is shown to turn into a tree belongs to the Bronze Age of Comics, so it is not so excusable as the naive covers from the early years ...

Cover of 1971, of Dick Giordano. Giordano... you're a "dick"!
:D

Boas leituras

Good readings
Deixa o teu comentário

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Patins e BD / Roller Skate and Comics


Não é fácil de arranjar imagens de patinagem com os protagonista da BD... fora a Dazzler e a série Manga Air Gear pouco aparece!
Foi o melhor que consegui fazer.
A imagem de topo é da Dazzler, a mulher mutante que transforma som em luz, isto para além de ser uma super patinadora!

Its not easy to find Comics characters skating... except Dazzler and the Manga series Air Gear, few images are available!
Its the best that I can do!
The image on top is from Dazzler, the mutant woman who transform sound into light, and in addition to this she is a super skater!












































































































































Podem identificar os "artistas" se quiserem!

You can identify the "performers" if you want!


Boas leituras

Good readings

Deixa o teu comentário