domingo, 23 de fevereiro de 2014

Green Lantern / Superman: Legend of the Green Flame


Como fã do universo dos Lanternas de vez em quando vou conseguindo descobrir, e comprar, alguns livros mais antigos.
Este pareceu-me interessante... aliás, tinha todos os ingredientes! Superman, Deadman, Phantom Stranger, Selina Kyle, Blackhawk Squadron...

E mais, a história por trás do livro também tinha o seu quê de interessante! Afinal foi uma história de Gaiman para a DC que não foi publicada na altura, mas sim muitos anos depois. E para ser publicada tiveram de andar à procura de uma cópia...
:D

Ok, a história desta história.
Estávamos em 1988 e Mark Waid era o editor-chefe da DC Comics. Este solicitou a Gaiman uma história para a antologia Action Comics Weekly, e o objectivo seria criar um argumento onde entrassem vários heróis, ou personagens da mitologia desta editora!
Gaiman aceitou e Waid adorou a história.

Mas o editor do grupo que publicava o Superman colocou entraves à história devido a anacronismos cronológicos. O Superman tinha passado por um reboot em 1986 onde Hal Jordan já não conhecia a identidade secreta do Superman, Clark Kent!
Resultado, Gaiman foi pago mas o script foi para a gaveta...

Mas depois do sucesso monumental de Sandman uma década depois disto, a DC deu luz verde a esta história de Neil Gaiman! Apenas um problema... ninguém possuía uma cópia dela! Nem Gaiman, nem a DC! Gaiman lembrou-se que tinha passado o script a um amigo e contactou-o, mas este também já não tinha! Mas lembrou-se que tinha passado o script também a outra pessoa, e finalmente o amigo do amigo ainda tinha o script...!
:D

Por tudo isto fiquei muito curioso em relação a este livro publicado 12 anos depois de escrito.

Primeiro facto sobre o livro, e sem o abrir: achei a capa de Frank Miller horrível e deslocada do título, pois a cena que representa nunca acontece no livro!

Nos créditos da capa está escrito: Neil Gaiman & Friends.
Antes de abrir o livro achei aquilo o máximo, mas depois ao navegar pelos vários capítulos a situação "& Friends" não se provou o máximo, mas sim deficiente... O livro tem 36 páginas de história, o que fica curto para tantos amigos do Gaiman desenharam. Foram "só" nove a desenhar...

Isto fez com que o livro ficasse completamente desequilibrado artisticamente. É notório. Ainda por cima existem algumas prestações ao nível do desenho bastante fracas...
Mas no geral e descontextualizando o desenho da história a arte está bastante boa individualmente, o problema maior foi o que referi atrás: equilíbrio.
Nos créditos colocarei o nome de todos os desenhadores.

A história divide-se em quatro capítulos e uma introdução.
A introdução é localizada temporalmente e espacialmente durante a 2ª Grande Guerra em Berlim.
Dois homens pertencentes ao Blackhawk Squadron, Janos Prohaska e Weng Chan, andam em busca de armas secretas Nazis. Descobrem uma estranha Lanterna...

Já no presente, Hal Jordan sente-se sozinho e convida Clark Kent para trocarem umas palavras. Acabam por ir parar a uma convenção num museu que Clark deveria cobrir para o Daily Planet.
Mas aqui acontece o normal em histórias de super-heróis, ou seja, aventura! Jordan reconhece na exposição uma Lanterna Verde que garantidamente era uma bateria! Mudam de uniformes (lol) e Jordan acaba por provocar aquela bateria fazendo com que vão fazer uma viagem que os vai levar ao Limbo, e depois ao próprio Inferno. No Limbo encontram o Deadman que os tenta guiar para fora do mundo dos mortos, e tudo fica pior quando Jordan pede ao anel para que voltem aos seus corpos na Terra, acabando por ir parar ao Inferno!

Entretanto o Phantom Stranger estava num apartamento que lhe havia sido fornecido pelos Lords of Order, os seus "mestres" no momento, mas decide-o abandonar tornando-se um homem livre. Percebe que algo vai mal nos mundos místicos e acaba por se envolver nesta aventura infernal!

Não vou contar mais sobre a história como é lógico mas tem alguns bons momentos no inferno, como o Superman levado quase à loucura ficando num estado catatónico por sentir toda a dor e sofrimento de quem se encontrava ali, e Hal Jordan entretanto ferido por um demónio...
Pena que arte esteja tão desequilibrada (na minha opinião), e sim, a história poderia ser bastante mais desenvolvida. Merecia isso!

Boas leituras

TPB
Criado por: Neil Gaiman, Michael D. Allred, Terry Austin, Mark Buckingham, John Totleben, Matt Wagner, Eric Shanower, Arthur Adams, Jim Aparo, Kevin Nowlan e Frank Miller (capa).
Editado no ano 2000 pela DC Comics
Nota: 6,5 em 10


Deixa o teu comentário

Enviar um comentário