domingo, 30 de abril de 2017

Cinema: Guardiões da Galáxia Vol.2
(Guardians of the Galaxy Vol.2)
(E outros apontamentos sobre o universo cinemático Marvel)



Já está em exibição nas salas portuguesas a ansiada sequela de Guardiões da Galáxia. Ontem fui ver.
Para já posso dizer que gostei do filme embora não fosse bem o que estava à espera.

Vou voltar um pouco atrás no universo cinemático da Marvel para perceberem algumas das minhas reticências em relação ao caminho que a Disney está a tomar em relação a estes filmes.
Na minha opinião os filmes da Marvel não são todos bons. Aliás a sua larga maioria é muito mediana (podem começar a disparar balas enriquecidas com urânio). Mas alguns destes filmes foram na realidade bastante bons! Refiro-me ao primeiro Homem de Ferro, ao primeiro Avengers, ao Homem Formiga, Guardiões da Galáxia e ao Capitão América: Soldado de Inverno (pronto... o Dr Estranho também).


Mas mesmo os filmes medianos encaixam-se muito bem em todo o universo Marvel do cinema, isso é um facto.
São filmes que no início estavam muito bem equilibrados ao nível dos efeitos, doses de humor quando as personagens se propiciavam a isso, acção, e no argumento pronto... uns mais fracos outros melhores mas razoavelmente sólidos no que respeita ao universo cinemático Marvel.

O que está a acontecer de uns filmes para cá é a sua transformação de filmes de super-heróis para filmes cómicos. Gags sem parar, personagens que não são cómicas a dizer piadas, despersonalização de outras a bem dos quereres do público mais infantil, enfim... acho que me percebem.


O filme do Dr Estranho só não lhe dou nota máxima exactamente por causa disso, "piadolas"? Stephen Starange um "piadolas"?? A sério Marvel? Por vezes o Dr Estranho parecia o Homem de Ferro versão mágico entertainer de palco. A Marvel não está a saber parar porque as criancinhas que vão ao cinema ver estes "filmes para todos" não param de rir e e um dia os filmes vão-se transformar todos no mesmo. E nesse dia as pessoas vão-se fartar, e a galinha dos ovos de ouro da Disney morre aí.

Mais, os responsáveis por isto são tão inteligentes que só para meterem um cameo do Hulk no próximo filme do Thor acabam por inviabilizar pelo menos dois ou três filmes do gigante esmeralda, Planet Hulk e World War Hulk que são só os melhores filmes que poderiam fazer com esta personagem. Sim porque o Hulk nesse trailer do Thor aparece exactamente vestido como em Planeta Hulk: gladiador na arena de Sakkar com o Imperador Vermelho a assistir (para mais um gag cómico...). E o pessoal que viu o trailer do Thor em que isto acontece fremiu de alegria... isto demonstra bem ignorância em relação às personagens e ao seu passado nos comics.
Tristeza...


O que acho engraçado nisto tudo é que vociferam contra os filmes da DC e depois ficam cegos de adoração em relação aos da Marvel sem verem os graves defeitos que têm e que cada vez mais são visíveis.

Passando para Guardiões da Galáxia Vol.2.
Quando disse que não foi o que estava à espera foi por causa da ligação que tem existido sempre entre os vários filmes da Marvel, que em princípio vai culminar na Infinity War com o primeiro filme a sair em 2018 e o segundo em 2019.

Foi um filme stand alone, auto-contido dentro dos Guardiões sem qualquer relação aparente com essa continuidade.
Agora o que acho deste filme.



Continua bom, divertido e com acção a rodos. Foi feito um bom desenvolvimento das personagens apresentadas no primeiro filme que começam a ter de facto ligações entre elas bastante mais sólidas.

Relativamente às personagens, tenho de relatar o meu desprazer em ver o baby Groot a estrelar o filme, e de começar a pensar que nunca mais vai crescer a bem dos dólares ganhos em cada gemido da plateia de cada vez que ele aparece em cena. Isto é ridículo...

E de facto à conta das "piadolas" não sei o que dizer... que o filme tenha sido feito para ser "leve", com boas cenas de humor é uma coisa. Funciona bem como aconteceu no primeiro, agora a primeira parte deste segundo filme é uma catadupa de gags cómicos que parece que estamos num filme do Charlot! Ademais... isso descompensa o filme porque na segunda parte nota-se a quase ausência de cenas cómicas, é evidente.
Equilíbrio, precisa-se!



De qualquer modo, é um filme que se vê muito bem, para toda a família, mas na minha opinião, inferior ao primeiro.

Um desabafo... começo a estar farto dos filmes "para todos". Venha depressa o segundo Deadpool, pelo menos não está restringido pelas regras das idades mais infantis.

Boas leituras
Deixa o teu comentário

Enviar um comentário