quarta-feira, 12 de abril de 2017

Lançamento Arte de Autor: Druuna 1



Mais um grande lançamento da Arte de Autor, bem pelo menos a meu gosto. Parece que o nosso mercado está mesmo com um BOOM de grandes edições, espero que assim continue, e sinceramente Druuna merecia uma edição em condições em Portugal.

Depois de um início falhado pela Meribéria no finais dos anos 80, já no seu período de queda, em que os dois primeiros livros da série tiveram uma edição muito pobre, em que nem o tamanho dos dois volumes era igual, a Arte de Autor pegou na série editando numa excelente publicação os dois primeiros volumes: Morbus Gravis e Delta.

São 160 páginas de Druuna neste livro, em que belas e voluptuosas personagens de ambos os sexos, incluindo mutações transsexuais, se aliam numa boa história de ficção-científica erótica, com laivos de terror.

O contraste entre as criaturas horrorosas, devido a uma espécie de peste e os humanos "limpos", fazem os nossos olhos caírem sempre na beleza do corpo humano (masculino/ feminino) e acompanharem página após página o traço de Serpieri, procurando saber como acabará esta pretensa guerra entre mutações horríveis e os humanos livres da horrível doença.

Druuna tenta encobrir o seu namorado (ele está contaminado) da polícia e prostitui-se para obter o "soro", substância que fazia retroceder as mutações das pessoas contaminadas... mas o nível de mutação do seu namorado Shastar já era tão elevado, que a regressão não era total. Numa das suas visitas ao médico que distribuía o "soro", conhece um ser híbrido: O Mutante. A partir daqui tudo quanto era certo passa a não ser, a história tem voltas de que o leitor não está à espera, com um Shastar sempre presente, mas não visível e uma Druuna cada vez mais assustada ao perceber, na realidade, onde vivia e o porquê daquela situação! 

Druuna, uma delícia visual de um mestre do fumetti, com imagens de carga muito erótica. Um ícone da BD mundial a ser editado em Portugal!

Fiquem com o press release da editora Arte de Autor:


DRUUNA – TOMO 1
MORBUS GRAVIS | DELTA

ÁLBUM DUPLO que contem as histórias Morbus Gravis e Delta e um dossier com ilustrações inéditas.

Um trabalho de referência a ser redescoberto

Num futuro pós-apocalíptico, um perigoso vírus transforma os homens em monstruosos mutantes sanguinários . Só o soro permite aos sobreviventes escaparem. Neste mundo corrompido pelo sexo, a doença e a violência, a jovem e bela Druuna parte em busca deste remédio para Schastar, gravemente atingido, por quem nutre uma paixão. Tão destemida como sensual, ela, vai usar todos os seus atributos para atingir o seu fim...

Druuna, série de referência da banda desenhada erótica dos anos oitenta foi originalmente publicada em 8 volumes. Este álbum reúne os primeiros 2 episódios da saga, onde redescobrimos o trabalho de um de mestres da Banda desenhada italiana: Serpieri, cujo talento e fascínio pelas mulheres se equipara a Milo Manara.

FICÇÃO CIENTÍFICA, TERROR E EROTISMO: UMA COMBINAÇÃO EXPLOSIVA PARA UMA OBRA-PRIMA DA BANDA DESENHADA RESERVADA A ADULTOS.


Argumento e Desenho: Paolo E. Serpieri
Edição: Cartonada
Número de páginas: 160
Impressão: cores
Formato: 21 x 28,5 cm
Editor: Arte de Autor
ISBN: 978-989-99674-5-8
PVP: 21,00€


Paolo Eleuteri Serpieri
Paolo Eleuteri Serpieri, nasceu em Veneza, em 1944.
Começa a sua carreira profissional como pintor em 1966, antes de se virar para a banda desenhada, o que acontece em 1975. Grande apaixonado por Westerns, co-escreve L'Histoire du Far-West, série sobre o oeste americano com argumento de Raffaele Ambrosio, a qual é publicada em França pelas edições Larousse.
A partir de 1980 trabalha para diferentes projectos, tais como Découvrir la Bible (também para a Larousse), e numa série de histórias curtas para diferentes revistas.
Em 1985 cria a série “Druuna”, a qual foi originalmente publicada entre 1985 e 2003.
Serpieri trabalhou igualmente no design do jogo de vídeo Druuna : Morbus Gravis, baseado na sua famosa heroína.
Pintor, músico, escultor, e professor no Instituto de Artes de Roma, Serpieri prepara neste momento mais um álbum de Druuna.

De notar que esta editora editou uma prequela de Druuna no final do ano passado. Têm aqui o link:
Anima: Druuna - As Origens





Boas leituras



Deixa o teu comentário

Enviar um comentário